@Verdade Mobile

Voltar Entrada
Nyusi exonera membros do Governo que vão tomar posse como deputados do Parlamento, mas devem renunciar
Destaques - Democracia
Escrito por Adérito Caldeira  
Quinta, 09 Janeiro 2020 19:06
Share/Save/Bookmark

O Presidente da República exonerou na tarde desta quinta-feira (09) nove membros do seu Governo, em fim de mandato, que foram eleitos nas Eleições Gerais de 2019 como deputados da Assembleia da República. Os exonerados são Carlos Agostinho do Rosário, Jaime Basílio Monteiro, Conceita Sortane, Nyeleti Mondlane, Carmelita Namashulua, Vitória Diogo, Raimundo Diomba, Francisca Tomás e Catarina Mário Dimande, que na próxima segunda-feira (13) irão tomar posse no Parlamento mas o @Verdade entende que irão renunciar aos mandatos para voltarem ao Executivo que deverá ser anunciado nos próximos dias.

Um comunicado da Presidência da República anuncia que Filipe Nyusi, no uso das competências que lhe são conferidas pela Constituição da República, "exonerou através de Despachos Presidenciais separados os seguintes membros do Governo: Carlos Agostinho do Rosário do cargo de Primeiro-Ministro; Jaime Basílio Monteiro do cargo de Ministro do Interior; Conceita Ernesto Xavier Sortane do cargo de Ministro da Educação e Desenvolvimento Humano; Nyeleti Brooke Mondlane do cargo de Ministro da Juventude e Desportos; Carmelita Rita Namashulua do cargo de Ministro da Administração Estatal e Função Pública; e Vitória Dias Diogo, do cargo de Ministro do Trabalho, Emprego e Segurança Social".

O Chefe do Estado moçambicano exonerou também Raimundo Maico Diomba do cargo de Governador da Província de Maputo,  Francisca Domingos Tomás do cargo de Governador da província do Niassa e Catarina Mário Dimande, do cargo de Conselheiro do Presidente da República.

Carlos Agostinho do Rosário e Francisca Tomás foram eleitos deputados pelo Círculo eleitoral de Manica, Jaime Basílio Monteiro e Raimundo Diomba pela Zambézia, Conceita Sortane e Nyeleti Mondlane foram eleitas pela Província de Gaza, Carmelita Namashulua pela Província de Maputo, Vitória Diogo por Tete, e Catarina Mário Dimande pela Cidade de Maputo.

No entanto o @Verdade entende, tal como tem sido prática do partido Frelimo, que estes membros cumprirão as formalidades da Assembleia da República, na manhã de segunda-feira (13), no entanto deverão renunciar aos mandatos para cumprirem missões novas ou manterem os cargos que exerceram até ao momento.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 4
FracoBom