@Verdade Mobile

Voltar Entrada
LMB: Costa do Sol sem estofo para travar reconquista dos “locomotivas” de Maputo
Destaques - Desporto
Escrito por Redação  
Domingo, 08 Setembro 2019 21:51
Share/Save/Bookmark

O Costa do Sol foi incapaz de travar o Ferroviário de Maputo nas duas partidas iniciais da final da Liga Moçambicana de basquetebol sénior masculino deixando os campeões a uma vitória da reconquista do troféu nacional, que pode acontecer já na próxima terça-feira (10).

“Trucidado” por 76-93 pontos no primeiro jogo da final, disputada à melhor de cinco jogos já na catedral do basquetebol, na Baixa da Cidade de Maputo, perdendo ao intervalo por 40-50 pontos, o Costa do Sol entrou neste domingo com vontade de travar aos “locomotivas” de Maputo e conseguiu-o pelo menos no tempo regulamentar.

Após ver os campeões colocarem-se na frente do placar a equipa de Miguel Guambe mostrou a sua determinação, empatou a partida e depois de um 1º e 2º período disputados com vantagem alternada chegou ao intervalo a vencer por 31-41 pontos.

No início do 3º período os “canarinhos” chegaram a dilatar a vantagem para 11 pontos mas a falta de soluções no banco de suplentes diante de uma equipa do Ferroviário experiente e com alternativas de qualidade para cada posição permitiu aos campeões encurtarem a desvantagem.

Com uma vantagem magra no início do 4º período, 58.59 pontos, o Costa do Sol não aguentou a réplica dos “locomotivas” que graças a pontaria de Pio Matos Jr. fizeram a cambalhota no placar à entrada dos 5 minutos finais.

Miguel Guambe pedia “paciência” aos seus jogadores que embora defendessem bem tinham pressa em chegar a tabela adversária onde somavam falhanços e ataques desperdiçados. Valeu a frieza dos jovens Francisco Braga e Milton Seifane que mantiveram os “canarinhos” na final, uma “bomba” de Braga nos segundos finais levou o jogo para o prolongamento com empate a 79 pontos.

Mais calmos os “locomotivas” adiantaram-no marcador e abriram uma pequena vantagem. Milton Seifane voltou a empatar a 85 pontos mas uma “bomba” de Pio Matos Jr. deu nova vantagem.

Francisco Braga dava luta mas faltou estofo ao resto dos “canarinhos” para contrariar o Ferroviário de Maputo que ficou a uma vitória de revalidar o título nacional de basquetebol sénior masculino.

O terceiro jogo da final está marcado para o início da noite de terça-feira no pavilhão do Maxaquene.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 1
FracoBom